#EuFicoEmCasa – COVID-19

Publicado em: 16 de mar, 2020

TEMPO DE LEITURA: Aprox. 1min.

Mudei meu enfoque sobre a epidemia do Covid19:

Washington Post  “Uma doença não precisa ser a pior de todos os tempos para produzir o pior cenário de todos os tempos. Basta impor ônus adicionais aos recursos de saúde superiores à capacidade desses recursos”

Depois de ler o artigo que mostra o gráfico do pico de epidemias, resolvi passar para a ação.

Esta é uma análise mais que adequada, e mostra a atitude que devemos tomar: informar a população e cuidar da prevenção, inclusive e principalmente com autoisolamento voluntário mesmo ainda não doentes.

Gráfico elaborado pelo cientista Drew Harris e adaptado pelo biólogo Carl Bergstrom mostra como medidas de prevenção podem retardar o contágio da Covid-19 e evitar o colapso do sistema de saúde  — Foto: Carl Bergstrom e Esther Kim/CC BY 2.0

Gráfico elaborado pelo cientista Drew Harris e adaptado pelo biólogo Carl Bergstrom mostra como medidas de prevenção podem retardar o contágio da Covid-19 e evitar o colapso do sistema de saúde — Foto: Carl Bergstrom e Esther Kim/CC BY 2.0 fonte: G1-MUNDO

Colaborar para não disseminar a doença e reduzir a pressão no sistema de saúde pois é isto que está matando as pessoas, não propriamente pelo vírus, mas por outras causas que não podem ser atendidas.

Vamos todos, voluntariamente, desde o início, FICAR EM CASA o máximo possível. Não promover nem frequentar reuniões e eventos de qualquer natureza, principalmente se envolverem aglomerações. Lembrem que, os mais sofre com o vírus são os idosos, mas, quem o transporta são os jovens/adultos ativos da sociedade!

Faça sua parte! Fique em casa. Ajude a achatar a curva! E como vivemos em uma era digital, ajudem a espalhar a hashtag

#EuFicoEmCasa

E vamos fazer dessa ideia uma corrente nas redes. É este o momento para medidas drásticas quanto a evitar aglomerações; vamos tentar sensibilizar governantes e população de que o “prejuízo” em suspender por 1 ou 2 meses aulas, congressos, feiras, formaturas, bailes e baladas, torcidas em jogos, cinema e teatro, cerimônias religiosas, viagens, aniversários, visitas, etc, será bem menor do que o que teremos no sistema de saúde e na economia como um todo, se a curva não for achatada.

Sem falar no número de mortos…

Eu Vou Ficar Em Casa
Dr. Cláudio Trezub


LINKS RELACIONADOS

G1 MUNDO – Um gráfico explica a pandemia

The Washington Post – Why outbreaks like coronavirus spread exponentially, and how to “flatten the curve”


Gostaria de entrar em contato conosco? Basta deixar seu comentário abaixo ou nos enviar um e-mail
Algum link não funciona? Nos avise!

Veja também...